Download Madonna – Discografia 1983 – 2019 [MP3] via Torrent

Download Madonna – Discografia 1983 – 2019 [MP3] via Torrent
Álbum: Madonna – Discografia
Total de Álbuns: 20
Gênero:  POP
Codec de Áudio: MP3
Qualidade: 128 a 320kbps
Formato: *.MP3

Em 1977, mudou-se para Nova Iorque para tentar a carreira artística, ainda apenas na dança moderna. Após ter feito parte dos grupos musicais Breakfast Club e Emmy, ela finalmente lançou seu álbum de estreia em 1983. Em seguida, uma série de discos bem-sucedidos a trouxeram popularidade, quebrando as barreiras do conteúdo lírico da música popular tradicional e da imagem em seus videoclipes, que se tornaram constantemente exibidos na MTV. Ao longo de sua carreira, várias de suas canções se tornaram bastante lembradas e executadas, dentre elas “Holiday”, “Like a Virgin”, “Material Girl”, “Into The Groove”, “Crazy For You”, “Papa Don’t Preach”, “Open Your Heart”, “La Isla Bonita”, “Like a Prayer”, “Express Yourself”, “Vogue”, “Take a Bow”, “Frozen”, “Music”, “Hung Up”, “4 Minutes” e “Celebration”. Madonna tem sido elogiada pela crítica por suas produções musicais diversificadas, que servem ao mesmo tempo como meio de chamar atenção para controvérsias religiosas e sexuais.

Sua carreira foi reforçada por participações em filmes que começaram em 1979, apesar dos comentários mistos. Ela ganhou aclamação da crítica e um Globo de Ouro de melhor atriz em comédia ou musical por seu papel em Evita, mas tem recebido duras críticas por outros papéis no cinema. Em relação às outras ocupações de Madonna, incluem trabalhar como designer de moda, escritora de livros infantis, diretora cinematográfica e empresária, tendo nesta última um enorme destaque pela fundação da Maverick Records, em 1992. Em 2007, ela assinou um contrato de 120 milhões de dólares com a Live Nation.

Madonna já vendeu mais de 300 milhões de discos no mundo inteiro e é reconhecida como a Artista musical feminina mais bem-sucedida de todos os tempos pelo Guinness World Records. De acordo com a Recording Industry Association of America (RIAA), ela é a segunda artista feminina que mais vendeu álbuns nos Estados Unidos, atrás apenas de Barbra Streisand, com 64,5 milhões de discos comercializados. Em 2008, ela foi introduzida ao Rock and Roll Hall of Fame, e ainda no mesmo ano, a revista Billboard numerou Madonna na segunda posição, atrás apenas dos Beatles, na lista de maiores artistas de todos os tempos na parada de singles estadunidense, a Billboard Hot 100, fazendo dela a artista solo mais bem-sucedida na história das paradas da Billboard. A artista também é considerada uma das “25 mulheres mais poderosas do século passado” pela revista Time, por ser uma figura influente na música contemporânea.

Além de deter o título de “Rainha do Pop”, Madonna também é conhecida por estar constantemente reinventando sua música e imagem e por manter um nível de autonomia dentro da indústria fonográfica. Em julho de 2018, sua fortuna foi avaliada em 590 milhões de dólares, de acordo com a Forbes. Em 2016, a revista Billboard elegeu-a com título de “Mulher do Ano”.

Madonna nasceu em Bay City, no estado de Michigan, em 16 de agosto de 1958. Sua mãe, Madonna Louise Ciccone (née Fortin), era de ascendência franco-canadense, e seu pai, Silvio Antonio Ciccone, é um americano filho de pais italianos. A família Ciccone é originária de Pacentro, Itália. Seu pai trabalhou mais tarde como um engenheiro de projeto para a Chrysler e General Motors. Madonna foi apelidada de “Little Nonni” para distingui-la de sua mãe. Terceira de seis filhos dos mesmos pais, seus irmãos de sangue são: Martin, Anthony, Paula, Christopher e Melanie. Madonna foi criada nos subúrbios de Detroit e de Pontiac e Rochester Hills.

Sua mãe morreu de câncer de mama aos 30 anos em 1963. Meses antes da morte de sua mãe, Madonna havia notado mudanças no comportamento e personalidade da dona de casa. Ela estava atenta, embora ela não entendia a razão. Sra. Ciccone, não encontrando maneiras para explicar sua condição médica terrível, muitas vezes começava a chorar quando questionada por Madonna, altura em que Madonna respondia com um abraço fraternal em sua mãe. “Lembro-me sentindo mais forte do que ela era”. Madonna lembra: “Eu era tão pequena e ainda assim eu senti que ela era a criança.” Madonna reconheceu mais tarde que ela não tinha entendido o conceito de sua mãe morrer. “Havia tanta coisa não dita, tantas emoções a desembaraçar e resolver, remorso, culpa, perda, raiva, confusão. […] Eu vi minha mãe, com o olhar tão bonito e mentiram para mim como se ela estivesse dormindo em um caixão aberto. Então eu notei que a boca de minha mãe estava engraçada. Levei algum tempo para perceber que ela tinha sido enterrada. Nesse momento terrível, eu comecei a entender o que eu tinha perdido para sempre. A imagem final da minha mãe, ao mesmo tempo tão pacífica e grotesca, me assombra até hoje.”

Madonna finalmente aprendeu a cuidar de si mesma e seus irmãos, e ela virou-se para a avó, na esperança de encontrar algum conforto e alguma forma de sua mãe por ela. Os irmãos Ciccone, ressentidos, invariavelmente, se rebelaram contra qualquer pessoa trazida para casa ostensivamente para tomar o lugar de sua querida mãe. Em entrevista à Vanity Fair, Madonna comentou que ela se via em sua juventude como um jovem “solitária, que procurava por alguma coisa. Eu não era rebelde de uma certa maneira. Me importava em ser boa em alguma coisa. Eu não raspava minhas axilas e eu não usava maquiagem como garotas normais. Mas eu estudei e eu tenho boas qualidades…. Eu queria ser alguém.” Temendo que seu pai poderia ser tirado de seu convívio, Madonna foi muitas vezes incapaz de dormir sem estar perto dele. Seu pai se casou com a governanta da família Joan Gustafson, e eles tiveram dois filhos: Jennifer e Mario Ciccone. Neste momento, Madonna começou a expressar sentimentos não resolvidos de raiva para o pai, que perduraram por décadas, e desenvolveram uma atitude rebelde. Frequentou os colégios St. Frederick’s e St. Andrew’s no Ensino Fundamental e, em seguida, a West Middle School. Ela era conhecida por suas notas elevadas, e alcançou notoriedade por seu comportamento pouco convencional: realizava piruetas e paradas de mão nos corredores entre as classes e levantava a saia durante a aula, de modo que os meninos pudessem ver sua calcinha.

Madonna depois estudou na Rochester Adams High School, tendo sido a estudante número um e líder de torcida. Depois de se formar, ela recebeu uma bolsa de estudos de dança na Universidade de Michigan. Ela convenceu o pai a deixá-la a ter aulas de balé, e foi persuadida por Christopher Flynn, seu professor de balé, para trilhar uma carreira na dança. No final de 1977, ela abandonou a faculdade e se mudou para Nova Iorque. Ela tinha pouco dinheiro e trabalhou como garçonete no Dunkin’ Donuts e com grupos de dança moderna. “Foi a primeira vez que eu tinha tomado um avião, a primeira vez que eu andei de táxi. Cheguei aqui com 35 dólares no bolso. Foi a coisa mais corajosa que eu já fiz.”, disse Madonna. Ela começou a trabalhar como dançarina de apoio para outros artistas consagrados. Embora tenha atuado como dançarina para o disco do artista francês Patrick Hernandez em sua turnê mundial de 1979, Madonna se envolveu romanticamente com o músico Dan Gilroy. Eles formaram sua primeira banda de rock, a Breakfast Club, para a qual Madonna cantava e tocava bateria e guitarra. Em 1980, ela deixou a Breakfast Club e, com seu ex-namorado, Stephen Bray como baterista, formou a banda Emmy. Em 1981, devido a dificuldades financeiras, aceitou fazer backing vocals para o cantor de vanguarda alemão Otto von Wernherr. Sua música impressionou o DJ e produtor Mark Kamins que arranjou um encontro entre Madonna e o fundador da Sire Records, Seymour Stein.

Madonna 1983
Like a Virgin 1984
True Blue 1986
Like a Prayer 1989
Erotica 1992 (not my rip)
Bedtime Stories 1994
Ray of Light 1998
Music 2000
American Life 2003
Confessions on a Dance Floor 2005
Hard Candy 2008
Etc…

(Visited 3.904 times, 37 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!